A infância é um período essencial para o desenvolvimento do ser humano, por isso, o cuidado em estimular certas competências comportamentais nos pequenos deve fazer parte do dia a dia dos pais. Neste texto, vamos abordar como é importante favorecer a autonomia na educação infantil.

Se engana quem pensa que a autonomia é útil apenas na fase jovem e adulta da vida. Ainda nos primeiros anos, essa característica pode fazer a diferença no aprendizado, ajudando o indivíduo a lidar com os desafios e com as vivências.

A forma como os pais educam seus filhos é uma ponte para estimular esse traço tão importante de personalidade. Continue a leitura e descubra algumas ações que podem ajudar nesse sentido.

Envolva a criança nas escolhas do dia a dia

Tomar decisões sobre questões que envolvem os filhos sem a participação deles é comum para a maioria dos pais. Isso acaba acontecendo naturalmente nos primeiros anos, já que os adultos são totalmente responsáveis pelo cuidado e bem-estar das crianças.

No entanto, se esse tipo de atitude se prolongar muito, pode acabar tirando a autonomia das crianças em um período em que elas já são capazes de intervir. Os pais, então, devem passar a envolver os pequenos nas escolhas, oferecendo alternativas e gerando reflexão sobre as possibilidades.

Dessa forma, as crianças podem desenvolver um pensamento crítico e reflexivo sobre os caminhos que podem seguir. Escolher um destino para passear ou um curso extracurricular para fazer são alguns exemplos simples dessa possibilidade de escolha.

Ajude a lidar com as frustrações desde cedo

Ao ter mais autonomia em suas escolhas, muitas vezes a criança vai errar. Esse é um processo totalmente natural e necessário para o desenvolvimento. Ela vai aprender que suas escolhas vêm com consequências positivas e negativas.

Por mais que esse ciclo muitas vezes assuste os pais e suscite um desejo de proteção, é fundamental entender que errar vai fazer a criança descobrir como lidar com suas próprias frustrações.

Com isso, o indivíduo desenvolve desde cedo outras competências importantes como inteligência emocional, paciência e até mesmo criatividade para lidar com as situações desfavoráveis que aparecerem.

Use a tecnologia como possibilidade de desenvolvimento

Outra forma de estimular a autonomia na educação infantil é por meio da tecnologia. As ferramentas digitais são excelentes parceiras no desenvolvimento das crianças, se usadas de forma correta.

No ensino, por exemplo, é possível adotar uma metodologia ativa de aprendizagem usando plataformas digitais em que a criança se torna autônoma na busca por informações. Ela pode criar sua própria jornada, escolhendo o que estudar primeiro e como unir os conhecimentos que já adquiriu.

Mais uma maneira de usar a tecnologia nesse processo de criação de autonomia é estimulando um pensamento computacional. Esse pensamento é crítico, pondera possibilidades e usa a lógica para criar soluções para problemas.

Estimular a autonomia na educação infantil é o caminho para formar cidadãos mais seguros de si, com maturidade psicológica e capacidade de boas escolhas. Esperamos que este artigo tenha ajudado você a perceber como os pais podem contribuir para o desenvolvimento dessa capacidade tão importante.

A Quantum Space quer ser uma parceira no desenvolvimento dos seus filhos! Entre em contato conosco e conheça nossos cursos e metodologias que integram tecnologia e as principais competências do século XXI.